Indicativos de distúrbios de imagem corporal de adolescentes praticantes de ginástica rítmica

Authors

  • Mariana Tiemi Katayama
  • Renato Augusto Mariotto
  • Vinicius Cruz Souza
  • Grazieli Covre da Silva
  • Aélem Apolicena Dantas
  • Elaine Cristina Costa Lopes
  • Eduardo Quadros da Silva
  • José Roberto Andrade do Nascimento Júnior
  • Daniel Vicentini de Oliveira

DOI:

https://doi.org/10.55905/rcssv13n2-021

Keywords:

comportamento aditivo, imagem corporal, exercício

Abstract

A ginástica rítmica é caracterizada como um esporte dinâmico que exige dos seus atletas uma alta demanda na preparação física e técnica dos participantes. Esses fatores podem gerar alterações mentais e psicológica nos atletas. O presente estudo teve como objetivo analisar os indicativos de distúrbios de imagem corporal de adolescentes praticantes de ginástica rítmica. Trata-se de um estudo transversal, realizado com 69 adolescentes praticantes de ginástica rítmica, de 12 a 16 anos. Foi utilizada a versão feminina da Escala de insatisfação e checagem corporal nos esportes (EICCE). A análise de dados foi realizada por meio dos testes de Kolmogorov-Smirnov, Kolmogorov-Smirnov e o coeficiente de correlação de Spearman (p<0,05). A dimensão que apresentou maior escore foi a insatisfação corporal (Md = 2,70). Ao comparar o indicativo de distúrbio de IC das adolescentes em função do tempo de prática, não foi encontrada diferença significativa entre os grupos. As adolescentes que praticam outra modalidade apresentaram maior insatisfação corporal do que as adolescentes que praticam apenas a ginástica rítmica (p = 0,045). Não houve diferença significativa no escore das dimensões de insatisfação corporal (p > 0,05) entre as adolescentes que praticam a ginástica rítmica até cinco vezes por semanas e as adolescentes que praticam a modalidade mais de cinco vezes por semana. Concluiu-se que as praticantes de ginastica rítmica não apresentam uma preocupação com a imagem corporal, com exceção das praticantes que praticavam outras modalidades.

References

ALMEIDA, C. A. N. et al. Distorção da autopercepção de imagem corporal em adolescentes. International Journal of Nutrology, v.11, n.2, p.61-65, 2018.

CARVALHO, G.X. et al. Body image dissatisfaction and associated factors in adolescents. Ciência Saúde Coletiva, v.25, n.7, p.2769-2782, 2020.

CLIFFORD, T.; BLYTH, C. A pilot study comparing the prevalence of orthorexia nervosa in regular students and those in University sports teams. Eating and Weight Disorders-Studies on Anorexia, Bulimia and Obesity, v.24, n.3, p.473-480, 2019.

Costa, A. C. P. et al. Atitudes em relação ao exercício e insatisfação com a imagem corporal de frequentadores de academia. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte, v.29, n.3, p.453-464, 2015.

CUBRELATI, B. S. et al. Relação entre distorção de imagem corporal e risco de desenvolvimento de transtornos alimentares em adolescentes. Conexões: Educação Física, Esporte e Saúde, v.12, n.1, p.1-15, 2014.

DAMASCENO, M. L. et al. Associação entre comportamento alimentar, imagem corporal e esquemas de gênero do autoconceito de universitárias praticantes de atividades físicas. Revista Brasileira de Atividade Física & Saúde, v.16, n.2, p.138-143, 2011.

DELL’OSSO, L. et al. Orthorexia nervosa in a sample of Italian university population. Rivista di Psichiatria, v.51, n.5, p.190-196, 2016.

DEPA, J. et al. Prevalence and predictors of orthorexia nervosa among German students using the 21-item-DOS. Eating and Weight Disorders-Studies on Anorexia, Bulimia and Obesity, v.22, n.1, p.193-199, 2017.

DUNN, T. M. et al. Prevalence of orthorexia nervosa is less than 1%: data from a US sample. Eating and Weight Disorders-Studies on Anorexia, Bulimia and Obesity, v.22, n.1, p.185-192, 2017.

ESTEBAN-GARCÍA, P. et al. Effect of 12 Weeks Core Training on Core Muscle Performance in Rhythmic Gymnastics. Biology (Basel), v.10, n.11, 2021.

FORTES, L. S. et al. Insatisfação corporal, comprometimento psicológico ao exercício e comportamento alimentar em jovens atletas de esportes estéticos. Revista Brasileira de Cineantropometria e Desempenho Humano, v.15, n.6, p.695-704, 2013.

FORTES, L. S. et al. Comportamentos de risco para os transtornos alimentares e traços perfeccionistas em atletas de atletismo. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte, v.30, n.3, p.815-822, 2016.

GARDNER, R. M. Methodological issues in assesmente of the perceptual component of body image disturbace. Brazilian Journal of Psychology, v.87, n.2, p.327-337, 1996.

KATZMARZYK, P.T. et al. Sedentary Behavior and Health: Update from the 2018 Physical Activity Guidelines Advisory Committee. Medicine and Science and Sports Exercise, v.51, n.6, p.1227-1241, 2019.

KLING, J. et al. Systematic review of body image measures. Body Image, v.30, p.170-211, 2019.

LEGNANI, R. F. S. et al. Transtornos alimentares e imagem corporal em acadêmicos de Educação Física. Motriz, v.18, n.1, p.84-91, 2012.

MANORE, M. M.; MEYER, N.L.; THOMPSON, J. Sport nutrition for health and performance. Human Kinetics, 2018.

MARTÍNEZ-RODRÍGUEZ, A. et al. Valoración del estado dietético-nutricional, la composición corporal, el comportamiento alimentario y la percepción de la imagen en deportistas de gimnasia rítmica. Nutricion Hospitalaria, v.37, n.6, p.1217-1225, 2020.

MENCZEL, Z. et al. Exercise dependence in amateur competitors and non-competitor recreational exercisers. International Journal of Mental Health and Addiction, v.15, n.3, p.580-587, 2017.

MISSBACH, B.; DUNN, T. M.; KÖNIG, J. S. We need new tools to assess orthorexia nervosa. A commentary on “prevalence of orthorexia nervosa among college students based on Bratman’s test and associated tendencies”. Appetite, v.108, p.521-524, 2017.

NUNOMURA, M.; NISTA-PICCOLO, V. L. Compreendendo a ginástica artística. São Paulo: Phorte, 17-52, 2005.

OBERLE, C. D.; WATKINS, R. S.; BURKOT, A. J. Orthorexic eating behaviors related to exercise addiction and internal motivations in a sample of university students. Eating and Weight Disorders-Studies on Anorexia, Bulimia and Obesity, v.23, n.1, p.67-74, 2018.

PALENZUELA-LUIS, N. et al. International Comparison of Self-Concept, Self-Perception and Lifestyle in Adolescents: A Systematic Review. International Journal of Public Health, v.29, 2022.

PEREIRA, T. A. et al. Percepção da imagem corporal de adolescentes e sua relação com o índice de massa corporal. Revista Científica Da Faminas, v.5, n.1, 2016.

RODGERS, R.F. et al. A Biopsychosocial Model of Social Media Use and Body Image Concerns, Disordered Eating, and Muscle-Building Behaviors among Adolescent Girls and Boys. Journal of Youth and Adolescence, v.49, n.2, p.399-409, 2020.

RODULFO, J.I.A. Sedentary lifestyle a disease from xxi century. Clinica e Investigation em Arteriosclerosis, v.31, n.5, p.233-240, 2019.

VANKERCKHOVEN, L. et al. Identity Formation, Body Image, and Body-Related Symptoms: Developmental Trajectories and Associations Throughout Adolescence. Journal of Youth and Adolescence, v.52, n.3, p.651-669, 2023.

ZACCAGNI, L.; GUALDI-RUSSO, E. The Impact of Sports Involvement on Body Image Perception and Ideals: A Systematic Review and Meta-Analysis. International Journal of Environmental Research and Public Health, v.20, n.6, 2023.

Downloads

Published

2024-02-22

How to Cite

Katayama, M. T., Mariotto, R. A., Souza, V. C., da Silva, G. C., Dantas, A. A., Lopes, E. C. C., da Silva, E. Q., do Nascimento Júnior, J. R. A., & de Oliveira, D. V. (2024). Indicativos de distúrbios de imagem corporal de adolescentes praticantes de ginástica rítmica. Revista Caribeña De Ciencias Sociales, 13(2), e3650. https://doi.org/10.55905/rcssv13n2-021

Issue

Section

Articles

Most read articles by the same author(s)